Plano de Políticas Públicas – Município

Os 14 projetos executados pela Prefeitura do Rio de Janeiro, com investimento de R$ 14,3 bilhões, em valores de abril de 2015, são obras de infraestrutura e políticas públicas em andamento, necessárias à cidade e que foram aceleradas e/ou viabilizadas pelo fato de o Rio sediar o evento.

Todos os projetos executados pela Prefeitura atingiram a maturidade 4, ou seja, as obras estão em fase avançada.

A participação do setor privado continua majoritária. Do total de R$ 14,34 bilhões, 64% (R$ 9,17 bilhões) estão sendo financiados por parcerias com o setor privado. Do valor restante, R$ 3,95 bilhões (28% do total) estão sendo investidos pelo município e cerca de R$ 1,22 bilhão (8% do total) pelo governo federal.

Os projetos executados pela Prefeitura estão concentrados em quatro principais áreas estratégicas: mobilidade, meio ambiente, renovação urbana e desenvolvimento social.

OBS: Em 23/08/2016, a prefeitura incluiu dois novos projetos ao Plano de Legado. Com isso, o número total de projetos do município sobe para 16 e o valor atinge R$ 14,9 bilhões. A apuração final dos projetos do Plano de Legado será feita após a realização dos Jogos Rio 2016.

MOBILIDADE

O conjunto de intervenções inclui mudanças estruturais como implantação de sistema integrado de transporte, ampliação de avenidas, construção de viadutos e modernização do controle de tráfego. Engloba cinco projetos: o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que vai conectar os bairros da Região Portuária ao Centro, com seis linhas e 56 paradas em  28 km de extensão; a BRT Transolímpica, que ligará o Parque Olímpico da Barra ao Complexo Espórtivo de Deodoro (16km e oito estações); o  BRT transoeste, que possui 59km de extensão e liga Santa Cruz e Campo Grande à Barra da Tijuca; a Duplicação do Elevado do Joá, que contempla a construção de via elevada e duas novas galerias de túneis em paralelo ao viaduto; e o Viário do Parque Olímpico.

Transcarioca

Túnel sob maciço da Pedra Branca faz parte do projeto Transolímpica (Divulgação/EOM)

 

MEIO AMBIENTE

A Reabilitação Ambiental de Jacarepaguá e o Saneamento da Zona Oeste – Bacia do Rio Marangá trarão benefícios como a recuperação de áreas devastadas, a revitalização de bacias fluviais e implantação de sistema de esgotamento sanitário.

 

RENOVAÇÃO URBANA

Os projetos contemplam intervenções como a revitalização da Região Portuária, obras de drenagem para o controle de enchentes, pavimentação de calçadas, ampliação da acessibilidade e iluminação pública com eficiência energética.

Estão contidos as obras do Porto Maravilha, o Controle de Enchentes da Grande Tijuca, e a Requalificação Urbana no Entorno do João Havelange.

 

Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã faz parte do projeto Porto Maravilha (Divulgação/EOM)

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Após os Jogos, através do conceito de arquitetura nômade, a Arena de Handebol será desmontada e transformada em quatro escolas municipais, cada uma com capacidade para 500 alunos. Três ficarão na região da Barra e Jacarepaguá e uma, em São Cristóvão.

selos entes públicos